Todos os tipos de travesseiros e dicas para escolher o melhor

Todos os tipos de travesseiros e dicas para escolher o melhor

A existência de diferentes tipos de travesseiros no mercado pode tornar sua compra mais difícil.

Afinal, qual modelo escolher? Como eles são fabricados? Para quais pessoas e situações são indicados?

Se você tem esse tipo de dúvida, não se preocupe.

Vamos responder essas e outras questões a partir de agora.

Siga acompanhando este conteúdo até o final para encontrar o travesseiro ideal, que é aquele que se ajusta às suas necessidades.

10 tipos de travesseiros para comparar e escolher

Uma noite mal dormida pode ser resultado de uma série de fatores, como hábitos ruins, mas também pode estar relacionada a um item bem específico.

Sim, o travesseiro.

Em muitos casos, a pessoa só precisa de uma superfície adequada que a ajude a relaxar e a manter a coluna e as articulações alinhadas.

E o travesseiro é fundamental para isso.

É ele que vai sustentar a cabeça durante a noite, além de manter a coluna cervical em posição anatômica.

Quando isso não acontece, há o risco de insônia e também podem surgir problemas como dores de cabeça e torcicolo.

Aí está um motivo mais do que suficiente para ser criterioso na hora da compra.

Veja 10 tipos de travesseiros mais conhecidos, saiba do que são feitos, seus benefícios e eventuais desvantagens.

1. Fibra sintética

Também chamados de plumas sintéticas, os travesseiros de fibra sintética são produzidos com poliéster siliconado.

Esse é um material leve e que, ao mesmo tempo, apresenta certa firmeza, sendo eficaz ao proporcionar conforto e apoio para a cervical.

Alguns travesseiros desse tipo são laváveis 

No entanto, boa parte não é à prova de ácaros e bactérias. 

Por isso, a melhor maneira de higienizá-los é expondo-os à luz solar.

2. Penas de ganso 

Situação parecida com os travesseiros de fibra sintética apresentam os de pena de ganso. 

Ou seja, eles também podem acumular ácaros ao longo do tempo caso não sejam expostos ao sol com regularidade.

Por outro lado, as penas de ganso conferem uma consistência confortável e firme, com a vantagem de serem extremamente moldáveis.

Essa característica é uma faca de dois gumes, já que, com o tempo, os travesseiros vão “afundando” conforme são utilizados.

3. Látex natural 

Dentre os diversos tipos de travesseiros, talvez os de látex natural sejam o que há de mais próximo da perfeição.

Afinal, essa substância extraída da seringueira é antimicrobiana, antibacteriana e hipoalergênica. 

As células aeradas também favorecem o fluxo de ar, o que é bom para evitar a retenção de calor.

Na Maxflex, você encontra o travesseiro Contour, feito com látex 100% natural e com formato anatômico para melhor acomodação do pescoço.

4. Espuma viscoelástica 

Qualquer pessoa que tenha pesquisado sobre tipos de travesseiros já se deparou em algum momento com os “travesseiros da Nasa”.

Eles são feitos com poliuretano, fibra desenvolvida pela Agência Espacial Norte-Americana para revestimento de naves nos anos 1960.

Por ser um material termossensível e automoldável, ajusta-se com facilidade às curvas do pescoço e da cabeça, além de manter a temperatura.

A espuma viscoelástica tem ainda uma vantagem adicional: exerce pressão menor na cervical, protegendo-a de eventuais lesões.

5. Poliuretano 

O poliuretano é também conhecido como espuma compacta. 

Sendo assim, os travesseiros feitos com esse material são mais firmes, apresentando resistência maior à deformação.

Embora isso seja uma vantagem, já que o produto tende a durar mais tempo, há alguns problemas na utilização desses tipos de travesseiros.

Um deles é a retenção de calor, o que o torna menos indicado para quem vive em regiões mais quentes.

O outro é que, em certos casos, ele pode afetar o bom funcionamento da tireoide. 

6. Fibra / microfibra 

Produzido a partir do poliéster, o travesseiro de fibra ou microfibra também apresenta maior resistência à deformação.

Como os de poliuretano, eles também retêm temperatura, sendo por isso menos recomendados para quem mora nas áreas mais ensolaradas do país.

7. Espuma de látex 

O látex extraído das seringueiras pode ser processado e, assim, dar origem a uma espuma peculiar.

Com ela, podem ser fabricados alguns tipos de travesseiros que são ao mesmo tempo firmes e ajustáveis aos contornos do pescoço e da cabeça.

Trata-se de um material anti-ácaros, sendo por isso indicado para quem tem alergias.

Outro aspecto a considerar é que, por ser um material que favorece a transpiração e eliminação de umidade, também evita o surgimento de mofo e fungos.

8. Pluma sintética 

Já a pluma sintética simula a consistência e textura das penas de ganso, com a vantagem de oferecer o mesmo conforto e toque suave.

Também oferecem um ajuste anatômico para cabeça e pescoço, além de não apresentarem cheiro.

De quebra, é um material considerado mais ecologicamente correto, já que dispensa o sacrifício de animais para extração das penas.

9. Bambu 

Embora não sejam tão difundidos, os travesseiros fabricados a partir do bambu apresentam características muito parecidas com os de viscoelástico.

Na fabricação, é empregada celulose regenerada de bambu, o que confere sustentação única e propriedades antialérgicas.

Ele tem, ainda, uma característica única: a celulose atua como uma espécie de compensadora de temperatura, o que o faz reter calor em locais mais frios e dissipá-lo quando está mais quente.

10. Molas 

Entre os tipos de travesseiros menos comuns, estão os de molas com espuma.

Ele não se deforma facilmente, além de ser antialérgico e bactericida.

Que tipo de travesseiro devo usar?

O melhor travesseiro é aquele que equilibra conforto e sustentação. 

Sendo assim, procure por um modelo que permita o ajuste da cervical, considerando a posição em que você costuma permanecer mais tempo ao dormir. 

Mas, se você busca por durabilidade, prefira os tipos de travesseiros feitos com materiais mais resistentes, tendo em vista as características que você acabou de conhecer aqui.

Por que escolher um travesseiro de látex

Entre os tipos de travesseiros que você viu, seguramente os de látex se destacam em termos de conforto e segurança para o pescoço.

Os produtos da Maxflex promovem o microclima ideal para o sono, sendo equipados com sistema de ventilação e formato anatômico.

Escolha já o seu modelo de travesseiro e tenha noites de sono mais tranquilas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.