Saiba como escolher travesseiro e com que frequência ele deve ser trocado!

Saiba como escolher travesseiro e com que frequência ele deve ser trocado!

Ainda que o colchão seja o protagonista de uma noite de sono tranquila, o travesseiro é, sem dúvida, um coadjuvante muito importante. Saber como escolher um bom travesseiro pode evitar dores nas costas, ombro e pescoços, além de garantir mais bem-estar e qualidade de sono. Embora seja tão importante, é bastante comum que as pessoas não saibam bem como escolher o modelo ideal para o seu perfil e nem mesmo detectar o momento de trocá-lo. Para evitar que isso aconteça com você, preparamos um guia de como escolher o travesseiro perfeito. Acompanhe a leitura!  

Aprenda como escolher travesseiro com 3 dicas essenciais

1. Descubra em que posição você fica mais confortável

Se você quer aprender como escolher o travesseiro ideal para ter noites de sono tranquilas, o primeiro passo é descobrir em que posição para dormir você se sente mais confortável. A princípio, a resposta pode parecer óbvia, mas é importante ter certeza absoluta. Por isso, experimente deitar-se alguns minutos de lado, de costas e de bruços e veja como se sente melhor. Outra boa dica para descobrir sua posição ideal para dormir é prestar atenção em como você estava quando acordou. Observe por alguns dias e você terá a confirmação que necessita.  

2. Entenda qual é o travesseiro ideal para cada posição

Uma vez definida a sua posição favorita, o próximo passo para escolher o travesseiro ideal é entender o tipo mais recomendado para cada uma delas. Então, se você dorme…  

  • De lado: o travesseiro ideal é o que proporciona o alinhamento de pescoço e cabeça com a coluna. Por isso, ele deve preencher a distância entre o ombro e o pescoço, para que tanto ele quanto a cabeça fiquem bem apoiados e a coluna cervical não seja forçada.
  • De bruços: como a posição não é muito recomendada, já que dificulta o correto posicionamento da coluna vertebral, o ideal é utilizar um travesseiro bem baixo ou mesmo considerar dormir sem o acessório.
  • De costas: assim como acontece quando dormimos de bruço, o travesseiro deve ser baixo ou pode até mesmo ser dispensado se o colchão fizer uma boa deflexão na região das costas. O ideal é que ele apoie a curva lateral do pescoço, preservando a área e sustentando a cabeça e os ombros.
  • Em diversas posições: nesse caso, o ideal é optar por um travesseiro com regulagem de altura, que pode ser adaptado para suas necessidades no intuito de oferecer o suporte ideal para o seu pescoço, independente da posição adotada.

3. Não se esqueça de substituí-lo com a frequência correta

Por melhor que seja a qualidade do travesseiro escolhido, em algum momento ele vai deixar de cumprir sua função, ocasionando dores ou rigidez no pescoço. Para evitar que isso aconteça, faça a troca preferencialmente uma vez por ano ou, no máximo, a cada 2 anos. Além de perder o formato inicial, o travesseiro absorve suor, células mortas da pele e cabelo e até mesmo a oleosidade natural do corpo, o que pode provocar cheiros desagradáveis e criar um ambiente perfeito para a proliferação de ácaros. Para garantir noites de sono perfeitas, não se esqueça de que, independente do modelo escolhido, o travesseiro deve ser de uma marca de qualidade, com tradição no mercado e preocupação com a excelência dos seus produtos, como a Maxflex. 

 Agora que você já aprendeu como escolher travesseiro e sabe com que frequência ele deve ser trocado, que tal conferir outros artigos do blog da Maxflex para conhecer mais dicas para uma noite de sono tranquila?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.