O sono na terceira idade

O sono na terceira idade

Afinal, o que muda? Necessitamos de menos horas de sono com o passar dos anos? É um equívoco comum pensar que as necessidades de dormir diminuem com a idade. 

Pesquisas revelam que após os 18 anos de idade, a maioria dos adultos necessita de 7 a 9 horas de sono por dia, não importa em qual década esteja. 

Para um estado ótimo de vigília, um adulto com 65 anos ou mais necessita de 7 a 8 horas de sono em um período de 24 horas, com despertares noturnos que representam até 5% do tempo total na cama. 

Apesar de as necessidades de sono permanecerem constantes durante a vida adulta, ocorrem alterações nos padrões de sono ou “arquitetura do sono”. Isso porque ele ocorre em vários estágios, incluindo períodos de sono leve, sono profundo e ocasionais períodos de sono ativo – sonhos (sono REM). 

O ciclo se repete várias vezes durante a noite e, embora o tempo de sono total tenda a permanecer constante, as pessoas mais velhas passam mais tempo nos estágios de sono mais leves do que em sono profundo (componente restaurativo do sono).

 Outras alterações, confirmadas por estudos, sobre os hábitos do sono que adultos mais velhos demonstram:

  • Aumento do tempo para “pegar no sono” (latência do sono); 
  • Aumento na fragmentação do sono (acordar durante a noite);
  • Queixas de distúrbios do sono tendem a aumentar; 
  • Diminuição do limiar do despertar devido a ruídos (mais pronunciado na mulher);
  • Aumento dos problemas respiratórios durante o sono;
  • Aumento da atividade mioclônica noturna; 

Além das mudanças na “arquitetura do sono” ocorrem também alterações no “ritmo circadiano” ou “relógio biológico”. 

O ritmo de sono é deslocado para frente de forma que 7 ou 8 horas de sono ainda são obtidas, mas os adultos mais velhos vão acordar bem mais cedo, porque estão indo dormir mais cedo. Isso pode resultar em uma sensação de maior cansaço durante a tarde. 

Muitos adultos mais velhos, embora não todos, afirmam sentir dificuldades em relação ao sono e maior cansaço durante o dia. Um dos principais sintomas de todos os problemas do sono é a sonolência diurna. 

Às vezes, a sonolência pode se manifestar em perda de memória ou de concentração. Você também pode se sentir irritado, deprimido ou um pouco confuso quando está privado de sono. 

Apesar das alterações naturais no processo do sono com o envelhecimento, é importante ressaltar que os idosos saudáveis mantêm a capacidade de dormir e restaurar a energia funcional. 

Reconhecer a importância em manter um padrão regular de sono saudável, compreendendo o grande impacto que ele exerce na qualidade de tudo que fazemos no dia seguinte, é o segredo para alcançar boas noites de descanso. Maior flacidez muscular e tempo menor na fase de sono mais profundo são comuns para os adultos mais velhos, mas não são desculpas para que durmam mal, antes devem motivar a avaliação imediata do nível de conforto e condições gerais do seu colchão. 

O ideal é investir em um sistema de dormir Maxflex 100% Natural Látex, que apresenta a melhor performance para promover o sono limpo ou profundo, condição para você viver plenamente a terceira idade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.