O que é paralisia do sono? Conheça os sinais!

O que é paralisia do sono? Conheça os sinais!

Você já despertou durante a noite, mas sentiu que era incapaz de se mover ou falar? Então, é muito provável que já tenha experimentado um episódio de paralisia do sono. Embora não seja incomum, a condição é frequentemente cercada por uma série de mitos. Mas afinal, o que é paralisia do sono? Quais são os seus sintomas? Existe uma maneira de evitá-la? Criamos esse post para sanar essa e outras dúvidas comuns sobre o tema. Acompanhe a leitura!  

O que é paralisia do sono?

Como o próprio nome diz, a paralisia do sono é uma condição caracterizada pela paralisação temporária dos movimentos do corpo logo após despertar ou, em casos menos frequentes, pouco antes de adormecer. Por muito tempo, a cultura popular associou, incorretamente, a paralisia do sono às questões sobrenaturais, o que contribuiu para aumentar a sensação de ansiedade entre as pessoas que enfrentam o problema. Na verdade, a paralisia do sono é totalmente explicada pela ciência. Quando dormimos, nosso sono atinge vários estágios, sendo o mais profundo conhecido como REM, sigla para Rapid Eye Movement, ou Movimento Rápido dos Olhos. Durante essa fase, os olhos movimentam-se com rapidez, a respiração se torna irregular e o tônus muscular diminui. É nela que a maior parte dos sonhos ocorre. Quando o cérebro desperta desse estágio, mas o corpo segue imóvel, ocorre a paralisia do sono. Durante um período que pode durar de alguns segundos até cerca de 5 minutos, a pessoa pode ter consciência de que está acordada, mas não consegue se mover ou falar. Agora que você entendeu o que é paralisia do sono, veja quais são seus sintomas e como agir quando ela acontecer.  

Quais são os principais sintomas?

O principal sintoma da paralisia do sono é a falta de controle sobre o próprio corpo. Além disso, quem sofre da condição também pode experimentar uma série de outras sensações capazes de causar intensa angústia, tais como:

  • Pressão intensa no peito;
  • Dificuldade para respirar;
  • Sensação de estar caindo, flutuando ou se afogando;
  • Alucinações visuais ou auditivas que podem provocar sensações de morte ou perigo iminente.

O que fazer quando o problema aparecer?

Conhecer as causas da paralisia do sono é um bom começo para evitar a sensação de pânico provocada pela condição. Entender que trata-se de um distúrbio cientificamente explicado ajuda a manter a calma para atravessar o problema. Durante o episódio, é importante ficar o mais relaxado possível e não tentar fazer força excessiva para se mexer. Você também pode tentar:

  • Controlar a ansiedade inspirando profundamente e expirando lentamente;
  • Mexer os dedos dos pés continuamente, para que o corpo vá despertando;
  • Movimentar os músculos da face, com o mesmo objetivo;
  • Meditar ou imaginar um cenário que inspire tranquilidade.

Há alguma maneira de evitar a paralisia do sono?

Embora não seja incomum que as pessoas experimentem a condição ao menos uma vez na vida, episódios constantes são mais frequentes em pacientes que sofrem de ansiedade, depressão e bipolaridade. No entanto, a paralisia do sono também está relacionada a outros fatores, como cansaço físico e emocional e ao estilo de vida. Por isso, é possível diminuir as chances de enfrentar o problema tomando alguns cuidados com a sua saúde:

  • Procure dormir entre 7 a 9 horas diariamente, preferencialmente no mesmo horário;
  • Mantenha-se o mais afastado possível de situações e ambientes estressantes;
  • Alimente-se de maneira saudável;
  • Pratique exercícios físicos;
  • Evite o uso de álcool e outras substâncias psicoativas.

— 

Gostou de entender melhor o que é paralisia do sono? Você já enfrentou um episódio dessa condição? Relate sua experiência nos comentários do blog! Queremos saber mais sobre você!  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.