Insônia na menopausa: aprenda a tratar

Insônia na menopausa: aprenda a tratar

A insônia na menopausa pode prejudicar diversas mulheres que estão passando por esse momento da vida. 

Geralmente, elas não conseguem adormecer e ficam acordadas a noite, sem a possibilidade de desfrutar de uma boa noite de sono. 

No entanto, embora esses problemas sejam frequentes na maioria das mulheres que passam pela menopausa, existem tratamentos que podem ajudar a melhorar a qualidade do sono. 

Portanto, entenda como a menopausa causa insônia e todos os fatores relacionados a esse assunto, além de descobrir como ter uma noite de sono saudável. 

A insônia na menopausa: as alterações hormonais

Muitas das mudanças que as mulheres experimentam no estágio da menopausa são responsáveis pelos distúrbios do sono. 

  • Isso também leva a uma diminuição na produção de estrogênios e progesterona, os chamados hormônios sexuais femininos. Entre muitas outras funções, eles estimulam o sono. 

Assim, essa forte mudança hormonal influencia diretamente o relógio biológico da mulher e nos padrões de sono, sendo o principal responsável pelas alterações no organismo da mulher na menopausa.  

Micro despertares durante a noite

Os micros despertares que as mulheres na menopausa sofrem durante a noite são produzidos pelo aumento da transpiração ou ondas de calor que provocam o sono interrompido e superficial, não favorecendo o descanso.

Alterações no humor

A menopausa e a insônia também andam juntas com a relação da depressão e da ansiedade na mulher que está passando por esse período da vida. Por isso, elas afetam a qualidade e a estrutura do sono. 

Ganho de peso e outros sintomas somáticos

Muitas mulheres ganham peso durante a menopausa e em alguns casos, elas ficam com sobrepeso ou obesas. 

  • Isso pode agravar ou causar apneia do sono, ou seja, pausas respiratórias que impedem o sono repousante e podem afetar seriamente a saúde.
  • Além disso, pode causar outras patologias, como dores de cabeça, dores musculares, aumento da frequência urinária e a má qualidade do sono. 

Sabendo disso, é muito importante que a mulher que esteja passando pela fase da menopausa procure métodos para melhorar a qualidade do seu sono. 

Tratamento para insônia na menopausa: terapia de reposição hormonal

A conhecida terapia de reposição hormonal pode ajudar a mulher a dormir melhor, devido à substituição dos hormônios que são naturalmente reduzidos durante esse estágio. 

Assim, ao melhorar os sintomas mencionados acima, eles não apenas melhoram a qualidade do sono, como também aumentam sua qualidade de vida.  

  • Isso ocorre porque o tempo que a mulher leva para dormir é reduzido e os micro despertares durante a noite são menores. 

Apesar dessas vantagens, essa terapia de reposição hormonal também pode trazer uma série de efeitos colaterais, como: 

  • Incontinência urinária, aumento do risco de demência, problemas vasculares, maior probabilidade de desenvolver câncer de mama e entre outros. Por isso, pode causar novamente a insônia. 

Portanto, vale a pena consultar um médico e realizar uma consulta para indicar as melhores formas de melhorar a qualidade do seu sono. 

Uma nova forma de melhorar a qualidade do seu sono!

Se você está procurando beneficiar seu sono, vale a pena apostar na troca do seu colchão, pois muitas vezes ele pode ser a causa da sua má qualidade de sono e despertares durante a noite. 

Então, conte com os produtos Maxflex, colchões de alta qualidade, confortáveis, sofisticados e de alta durabilidade. Assim, você pode experimentar um sono tranquilo e ter uma vida saudável. 

Muitas mulheres não dão atenção para a qualidade do colchão, por isso ele se torna velho e fora da validade, prejudicando o sono. 

Dessa forma, para melhorar a insônia na menopausa, você pode contar com as dicas acima e com a troca do seu colchão nas lojas Maxflex! Acesse o site e confira!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.