Distúrbio do sono: Conheça os principais distúrbios e como lidar com eles

Distúrbio do sono: Conheça os principais distúrbios e como lidar com eles

Os distúrbios do sono são aqueles problemas físicos ou mentais que nos impedem de desfrutar uma boa noite de sono.

Praticamente todos os brasileiros já enfrentaram, pelo menos uma vez, algum distúrbio do sono. Enquanto a população das grandes cidades costuma conviver com isso diariamente.

Porém, apesar de ser bastante corriqueiro, os distúrbios do sono são muito danosos e podem afetar tanto a sua saúde quanto a vida social, profissional e afetiva.

Ou seja, uma noite mal dormida pode refletir negativamente em toda a sua vida e para lhe ajudar a lidar melhor com estes distúrbios do sono é que nós resolvemos criar este artigo.

Nas linhas abaixo você conhecer os principais distúrbios do sono e como lidar com eles, melhorando a qualidade das suas noites e aumentando o seu bem-estar.

Principais distúrbios do sono

Existem diversos distúrbios do sono que importunam as noites dos brasileiros, porém dois deles são os mais corriqueiros.

E é justamente sobre estes dois distúrbios mais comuns na vida das pessoas que você irá ler nos parágrafos seguintes.

Apneia do sono

A apneia do sono é um dos distúrbios mais comuns e sua principal característica é o ronco alto e incômodo de quem sofre com esse problema.

Basicamente, a apneia do sono é uma obstrução parcial ou completa do fluxo de ar da boca para a garganta, enquanto estamos dormindo.

Essa obstrução do ar faz com que o sono não seja reparador, pois causa incômodo fazendo com que você sofra micro despertares durante os estágios do sono.

Além disso, esse distúrbio também incomoda quem dorme ao lado ou próximo de você. Um exemplo claro disso é quando uma pessoa com apneia do sono faz uma viagem noturna de ônibus ou avião, por exemplo.

Existem diversos fatores que causam a apneia, porém o mais comum deles é a obesidade e o sedentarismo.

O excesso de peso aliado a falta de exercícios físicos faz com que a língua fique mais pesada, gerando uma queda dela em direção a faringe.

Isso fecha a passagem de ar, causando o ronco e “engasgamento” com a própria língua. Por isso, dormir de lado é uma maneira de amenizar o problema.

Porém, não é só o incômodo o único problema causado pela apneia. Pessoas com esta condição também possuem maior propensão a problemas cardiovasculares e neurológicos.

Por se tratar de uma condição física, o único método de resolver o problema de uma vez por todas é perdendo peso e melhorando a qualidade do ambiente onde você dorme.

Felizmente, é possível fazer os dois de uma única vez como vimos neste artigo sobre Como Emagrecer Dormindo.

Insônia

A Insônia é outro distúrbio responsável por privar as pessoas do sono, parcial ou completamente.

Ao contrário do que muitos pensam, a insônia não acomete somente aquelas pessoas que não conseguem dormir cedo, mas também aquelas que acordam muito durante a noite ou que despertam antes da hora.

Por outro lado, dormir tarde nem sempre significa que você sofra de insônia, na maioria das vezes o que está acontecendo é que o seu relógio biológico está desregulado, fazendo com que você não consiga dormir no horários tradicionais.

Para reverter um quadro de relógio biológico desregulado basta criar o hábito de ir dormir no horário desejado, com mais ou menos uma semana de prática seu corpo irá se adequar completamente a nova rotina.

Voltando para a insônia, você perceberá que sofre desse mal quando começar a sentir cansaço extremo, irritabilidade, falta de foco no trabalho/estudo, lentidão e dores de cabeças que se prolongam por vários dias.

Por incrível que pareça, muitas pessoas sofrem de insônia e sequer notam que passam por isso, afinal de contas, elas acreditam que dormiram a noite toda…

Porém, a verdade é que foi um sono agitado, com micro despertares no meio dos estágios do sono, o que gera os sintomas mencionados acima.

Existem diversas causas associadas a insônia, porém os principais fatores são os maus hábitos noturnos, bem como crises de estresse.

E, além de prejudicar a sua qualidade de vida, a insônia também é responsável por desencadear doenças respiratórias e cardíacas graves, podendo levar inclusive a morte.

Uma das principais maneiras de driblar essa situação é preciso melhorar os hábitos noturnos, evitando álcool, cafeína e exercícios físicos até 04 horas antes de dormir.

Além disso, melhorar o local aonde você dorme também ajuda a evitar a insônia…

Para isso, basta assegurar que seu quarto esteja escuro, com uma temperatura amena, completamente limpo e confortável.

Também é importante que a cama seja apropriada, por isso o mais indicado é um colchão de densidade agradável e que acomode bem todo o seu corpo, dispersando a tensão dele enquanto você dorme.

Para isso, indicamos que você conheça o MaxFlex One, popularmente conhecido como Colchão que vem na caixa.

Conclusão

Como vimos, existem dois principais tipos de distúrbios que afetam diretamente a sua vida social, profissional e pessoal.

Porém, ambos podem ser revertidos através de mudanças de hábitos e ambientes, portanto comece hoje mesmo a mudança que você precisa para dormir melhor!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.