Descubra quais são as fases do sono e a importância delas para uma noite restauradora

Descubra quais são as fases do sono e a importância delas para uma noite restauradora

Dormir bem influencia diretamente na sua disposição, no humor e até na estética. Muitas pessoas nem imaginam, mas o nosso sono é subdividido em etapas e cada uma delas tem a sua importância para o organismo. 

O sono é dividido em duas fases principais: 

NREM (Non-rapid Eye Movement), que pode ser traduzido como movimento não rápido dos olhos, e REM (Rapid Eye Movement), que significa movimento rápido dos olhos. A fase do sono NREM corresponde a 75% do período de sono e é dividida em quatro estágios, todos fundamentais para que haja o relaxamento e efetivo descanso. Acompanhe e saiba agora quais são os estágios do sono!

1º estágio do sono

É a fase do sono leve, em que há a liberação da melatonina. Esse é o hormônio que leva à sonolência e participa da reparação das células. É o momento em que inicia o relaxamento e é possível ser acordado com facilidade a qualquer barulho ou movimentação. Nesse estágio, é comum ocorrerem espasmos musculares involuntários em músculos como pernas e braços, levando a pessoa a despertar no susto. Pessoas com insônia costumam ter dificuldade de passar dessa fase.

2º estágio do sono

Nesta fase, o sono ainda é leve, porém começa a ser mais difícil de ser acordado com movimentos simples externos. Acontece a redução do estímulo cardíaco e da atividade cerebral, os músculos relaxam, cai a temperatura do corpo e o movimento dos olhos também se torna mais lento.

3º estágio do sono

É considerada a primeira fase do sono profundo. Além de ser difícil da pessoa ser acordada, caso isso ocorra, é comum que se sinta um pouco fraca e desorientada por alguns minutos até que a consciência seja recuperada.   

O corpo começa a funcionar mais lentamente, o coração bate mais devagar e a respiração fica mais leve. Esse período é fundamental para a saúde do corpo, pois é nele que os níveis de energia começam a ser restaurados.

4º estágio do sono

Essa fase se assemelha à 3ª, porém o sono se torna ainda mais profundo. Ela dura em média 40 minutos e o ideal é que não seja muito mais curta que isso, pois ela influencia diretamente na qualidade da noite. Nessa etapa, a atividade cerebral entra no estágio pré-sonho, ou seja, em que há o descanso efetivo e o pleno distanciamento das atividades do dia. É também nessa etapa onde normalmente as pessoas que sofrem com sonambulismo falam ou se movimentam de forma involuntária.

Fase REM

Também chamada de 5º estágio do sono, na fase REM a atividade cerebral volta a ser intensa e, por isso, é quando ocorrem os sonhos. A frequência cardíaca e a pressão arterial voltam a se elevar, a respiração torna-se rápida e irregular, os olhos se mexem e os músculos ficam totalmente imóveis. Conforme vão passando os ciclos e a hora de acordar se aproxima, o tempo de permanência nessa etapa vai se tornando maior. Por isso, costumamos sonhar mais enquanto as horas passam.

Cuide do seu sono!

Cada vez que o sono é interrompido, as fases são reiniciadas, interferindo, consequentemente, em alguns processos que devem ocorrer ao longo da noite. Contar com uma superfície de repouso apropriada auxilia para que não haja movimentações desnecessárias, assim como oferece maior conforto e, consequentemente, uma noite bem dormida.   

— 

Gostou do conteúdo? Acompanhe nosso blog para ler mais sobre os estágios do sono e como melhorar a qualidade da sua noite. Deixe seu comentário abaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.