Colchão para fibromialgia: conheça o modelo ideal

Colchão para fibromialgia: conheça o modelo ideal

Um colchão para fibromialgia pode aliviar as dores que são comuns aos portadores dessa doença. Veja dicas para escolher o modelo ideal.

Procura um bom colchão para fibromialgia? Essa é uma decisão inteligente.

Ele pode vir a ser uma fonte de alívio para quem sofre dessa doença autoimune, que afeta cerca de 2,5% dos brasileiros, especialmente mulheres.

A enfermidade se caracteriza por dores difusas, concentradas nos chamados pontos-gatilhos.

Além disso, não raro faz com que a pessoa tenha insônia ou um sono de má qualidade. 

A maioria dos pacientes com fibromialgia, inclusive, se queixa de acordar mais cansado do que quando foi dormir.

É nesse ponto que um colchão ajuda a proporcionar noites de sono reparador. 

Veja neste conteúdo como escolher o produto ideal.

Colchão para fibromialgia: que diferença ele faz?

O grande desafio para a medicina é entender de que maneira a fibromialgia leva as pessoas que a desenvolvem a sentir dores.

Até agora, o consenso é que haja algum problema nos mecanismos que regulam a sensação de dor no sistema nervoso.

Sendo assim, dormir passa a ser uma experiência ruim, já que as dores não cessam à noite.

Um colchão para fibromialgia é ideal porque vai proporcionar um conforto dinâmico, através das densidades de espuma diferentes em cada camada.

Por isso, consegue atenuar as dores ao funcionar como uma espécie de “massageador” natural. 

Como escolher o colchão para quem tem fibromialgia

Um aspecto importante a destacar é que colchões têm prazo de validade. 

Com o tempo, eles se deformam, podendo trazer prejuízos à coluna, articulações e a qualidade do sono.

Nesse caso, recomenda-se que o colchão seja trocado a cada 5 anos, podendo ser até antes para pessoas que sofrem de fibromialgia.

Veja na sequência o que você precisa considerar ao escolher um colchão tendo em vista as necessidades de quem tem essa doença.

Avalie as características do colchão

Há alguns aspectos do produto que precisam ser avaliados com atenção.

Entre eles, está a densidade, que ajuda a determinar se o colchão é adequado e também a sua durabilidade.

Além dela, existem outras propriedades na espuma que a tornam ideal para quem sofre com fibromialgia, garantindo o posicionamento correto da coluna vertebral.

A principal delas é a resiliência.

Quando oferece alta performance, produz o equilíbrio ideal entre a energia de retenção e a de retorno, garantindo um sono restaurador, sem dores ou desconforto.

Considere a firmeza

O mesmo se aplica à firmeza do colchão. 

O colchão para fibromialgia ideal é aquele que proporciona um equilíbrio. Ou seja, ele não deve ser nem mole, nem duro demais.

A ideia é que ele possa ser confortável e, ao mesmo tempo, dar a sustentação necessária para manter o alinhamento da coluna vertebral.

Faça testes

Sendo uma doença autoimune, a fibromialgia se manifesta de diferentes formas de uma pessoa para outra

Por isso, ao buscar por um colchão, vale sempre testá-lo para comprovar se de fato ele traz o alívio esperado.

Caso o produto não seja aprovado, não hesite em acionar o prazo de troca ou devolução a que todo consumidor tem direito.

O colchão ideal para quem tem fibromialgia

Sua busca por colchão para fibromialgia acaba agora.

A Maxflex tem o produto ideal para todas as necessidades, inclusive para as pessoas portadoras dessa doença.

Saúde é o bem mais precioso que podemos ter, por isso, um colchão que traga alívio para os sintomas é um investimento.

Encontre agora o seu colchão ideal com a Maxflex!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.