5 curiosidades sobre o colchão no qual você dorme

5 curiosidades sobre o colchão no qual você dorme

Desde que os persas inventaram o primeiro colchão de água, muita coisa mudou. De lá para cá, eles passaram a ser desenvolvidos com tecnologias cada vez mais modernas, que proporcionam muito conforto e bem-estar. Mas afinal, quanto você sabe sobre esse acessório indispensável para um boa noite de sono? Será que você já tinha imaginado que o colchão tem prazo de validade? Ou que ele pode até mesmo ajudar a prevenir doenças crônicas? Não? Para que você possa saber mais sobre o colchão no qual você dorme, preparamos o post de hoje. Acompanhe a leitura!  

5 curiosidades sobre o colchão no qual você dorme

1. Colchão tem prazo de validade

Sim! Parece estranho dizer isso, mas após o prazo de validade, o colchão perde suas características originais e pode causar uma série de problemas para a sua saúde e bem-estar. Por isso considere que após 5 anos de uso seu colchão pode não oferecer mais o conforto e suporte dinâmicos, condições indispensáveis para um sono restaurador.  

2. Um bom colchão melhora a qualidade de vida

Escolher um colchão adequado às suas necessidades é muito mais importante do que você pode imaginar. Um modelo inadequado pode acabar provocando não só dores no corpo, mas distúrbios do sono graves, que afetam a sua qualidade de vida e causam, entre outros problemas, irritabilidade, cansaço e dificuldade de concentração.  

3. Um colchão de qualidade pode prevenir doenças crônicas

Além de ajudá-lo a ter noites de sono tranquilo e mais qualidade de vida, um colchão de qualidade pode prevenir doenças crônicas, já que eles contribuem para o bom funcionamento de órgãos, como coração e pulmões. Além disso, noites de sono inadequadas afetam o metabolismo e o sistema imunológico, o que pode deixar seu corpo muito mais suscetível a contrair uma série de doenças.  

4. É errado colocar a mão ou sentar no colchão para testá-lo na hora de comprar

Quem é que nunca passou a mão ou sentou por alguns minutos no colchão para decidir se a compra valia a pena? Acredite, essa não é uma boa ideia. Se você quer saber se um colchão é realmente adequado e vai lhe proporcionar boas noites de sono, é importante deitar-se na posição em que você costuma dormir habitualmente e ficar por no mínimo 10 minutos. Parece muito, mas considere que este será seu companheiro inseparável pelos próximos 2.000 dias. 

Por que 10 minutos? Porque é o tempo que o nosso corpo leva para identificar o nível da superfície. E é sempre melhor investir alguns minutos experimentando do que passar meses ou anos se arrependendo de uma escolha inadequada, não é mesmo? Não se esqueça de que, se o colchão for de casal, é importante que o teste dos 10 minutos seja realizado pelos dois. Afinal, um modelo que é muito confortável para você pode não ser assim tão bacana para o seu par.  

5. Um colchão que já passou do prazo de validade pode provocar alergias

Continuar utilizando um colchão que já passou do prazo de validade não prejudica só o seu sono. O acúmulo de germes e bactérias pode provocar ou agravar quadros de alergias respiratórias e trazer complicações graves. Por isso, não hesite em escolher um novo modelo para garantir a saúde da sua família!   

—– 

E então, gostou de saber 5 curiosidades sobre o colchão no qual você dorme? Se você quiser mais dicas para ter uma noite de sono tranquila e mais qualidade de vida, leia agora mesmo o blog da Maxflex!  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.